O que é Estado Atual e Estado Desejado no Coaching - Conceitos

Entenda como lidar com a negatividade do cliente em uma sessão de coaching aplicando os conceitos de estado atual e estado desejado substituindo um sentimento negativo através da imaginação dirigida.

o que é estado atual e estado desejado no coaching

O insight para escrever este artigo me ocorreu durante um encontro de estudos com os coachs Sidney Tavares de Ávila e Celisa França, em Itu. Estávamos analisando juntos a questão da negatividade do cliente, essa tendência que as maioria das pessoas tem de colocar o foco no problema e não na solução.

É claro que com isso o problema se torna cada vez maior e a pessoa se considera cada vez mais incapaz de enfrentá-lo. Então a tarefa básica do coach é substituir esse sentimento negativo por um elemento que sirva de força motivadora para alcançar sua meta. A troca de idéias sobre estratégias eficientes para conseguir isso revelou algumas dicas importantes: a primeira seria quebrar o pensamento negativo do cliente com uma pergunta poderosa que mude completamente esse paradigma. A idéia é interromper o processo vicioso em que o cliente está inserido de lamentar seu sofrimento, narrar suas desventuras e culpar-se ou culpar outras pessoas com uma pergunta do tipo:

Muito bem, eu já entendi seu problema. Mas me diga: o que você quer no lugar de toda essa negatividade? O que poderia substituir todo esse sentimento negativo?

"Não são as perdas nem as quedas que nos fazem fracassar no caminho, mas sim a falta de coragem de levantar e seguir adiante." (V.M Samael Aun Weor)

O objetivo é fazer com que a pessoa se envolva com um processo positivo de buscar soluções. É claro que isso não vai acontecer num passe de mágica, e a pessoa vai provavelmente oferecer algum tipo de resistência. A mais comum é apelar para seu estoque de explicações generalizantes: "Não há o que fazer; já tentei de tudo, nada funciona". Estas são as famosas crenças limitantes, as forças interiores que nos impedem de agir. Esse é o momento então de desafiar as crenças limitantes do cliente, de fazer com que se torne consciente delas:

1 - Você já tentou de tudo? Descreva para mim suas tentativas. O que você poderia fazer que ainda não fez?

2 - Nada funciona? Descreva para mim os resultados. Procure identificar algum aspecto positivo.

Ao pedir evidências eu estou ajudando o cliente a se dar conta de que não fez tantos esforços assim para enfrentar seus problemas e que há ainda muitas opções para colocar em prática, ou então verificar que seus esforços produziram de fato alguns resultados positivos que ele estava desprezando, e que talvez fosse interessante retomar ou ampliar. Tudo isso é um processo de ressignificar a questão, fazer com que veja a situação de forma mais real (sem os "monstros") e principalmente que possa perceber e aceitar que possui a capacidade de fazer mudanças em sua vida.

Compartilhamos juntos algumas experiências de atendimento, e ficou claro que o exercício de remeter o cliente até seu Estado Desejado também é muito eficiente.

A idéia é muito simples: os problemas do cliente constituem o seu Estado Atual; ele tem questões que deseja trabalhar, que são as demandas de sua meta. E com tudo isso ele quer chegar a algum lugar; esse é o Estado Desejado. O exercício de levar o cliente (coachee) até seu Estado Desejado e fazer que visualize e imagine com a maior riqueza de detalhes possível (imagens, sons, sensações) tem duas finalidades principais:

A primeira delas é fazer com que ele se certifique do que deseja verdadeiramente. Uma meta enunciada de forma muito generalista pode se revelar impraticável quando vista em detalhes. Eu tive uma cliente que revelou em sessão o desejo de melhorar o relacionamento com um namorado. Quando eu pedi que ela visualizasse uma situação de vida em que estivessem se relacionando bem ocorreu algo curioso: ela se deu conta de que é tremendamente possessiva e controladora em relação ao namorado, e que o seu cenário de um "relacionamento feliz" seria extremamente infeliz para ele!

Em segundo lugar a visualização da meta alcançada vai sempre funcionar como um importante instrumento de motivação, e pode ser utilizada em diversos momentos difíceis com um recurso de ancoragem: quando o cliente demonstrar que está desanimado e perdendo o empenho em seu plano de ações ele pode ser remetido de volta à visualização do Estado Desejado para recarregar as pilhas.

A imaginação dirigida (visualização) é um poderoso recurso para estimular foco e aprendizado; é pena que a maioria das pessoas só utilize isso de forma inconsciente e negativa, produzindo cenários desastrosos com foco no problema, torcendo imagens da memória para que elas assumam as cores mais negras possíveis. E um pequeno exemplo da ajuda que o coaching pode prestar às pessoas ensinando-as a usar melhor esses magníficos potenciais interiores.

No artigo Como identificar o Estado Atual apresentamos um exercício de coaching proposto por Tim Gallwey em seu novo livro The Inner Game of Stress (O jogo interior do stress), onde o autor dá um exemplo muito prático para que coachs consigam identificar o estado atual de seus coachees.

Veja também: O que é Coaching - Definição e Conceitos

Marcelo Leandro de Campos tem experiência de 15 anos como palestrante de Autoconhecimento e treinamentos motivacionais e comportamentais; é professor de Educação Financeira na EGDS e Master Coach. Para contato e maiores informações visite minha minha página pessoal.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade