O Pai Coach - Personal Coaching na Educação dos Filhos

Como ferramentas de Coaching podem ser empregadas com sucesso na educação dos filhos. O pai do futuro, o Pai Coach como orientador e educador de seus filhos.

o pai coaching, o pai como personal coach na educação

Coaching é uma metodologia já consagrada como treinamento motivacional e de aceleramento do aprendizado, tanto no mundo esportivo quanto corporativo, e que agora é usada com cada vez mais frequência em treinamentos voltados ao desenvolvimento interior e pessoal, o chamado Life Coaching, Personal Coaching ou Coaching de Vida.

Leonardo Wolk, um dos grandes autores da escola de Coaching Ontológico, afirma que o Coaching vai muito além da metodologia de treinamento; ele está embasado por um sistema filosófico que tem tudo para ser adotado como uma verdadeira postura de vida, e como método ideal para educar os próprios filhos.

É fácil entender o motivo: a idéia central do Coaching é de que toda pessoa possui enormes capacidades que não utiliza, sobretudo capacidades de criação e aprendizado; para utilizar estas capacidades as pessoas devem ser estimuladas a adotar uma postura de pensamento que elimine as chamadas "crenças limitantes", aquele nosso estoque inútil de frases do tipo "eu não sirvo para isso" ou "eu não sou capaz de fazer isso". O coaching estimula a autonomia, a responsabilidade e a conscientização: a pessoa se dá conta de que é agente ativo da construção de seu futuro. Alguém pode imaginar uma filosofia melhor para nortear a educação de nossos filhos?

"Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem a serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender." (Augusto Cury, médico e escritor)

John Whitmore, um dos precursores do uso de coaching no mundo esportivo inglês, dá um bom exemplo de como funciona hoje a dinâmica de educação dos jovens:

"Quando eu era um garotinho, meus pais me disseram o que fazer e me repreenderam quando eu não o fiz. Quando fui para a escola, meus professores me disseram o que fazer e me fustigaram quando não o fiz. Quando me alistei no Exército, o sargento me disse o que fazer, e Deus me ajudasse se eu não o fizesse, então eu o fiz! Quando consegui meu primeiro emprego, meu chefe me disse o que fazer também".

Em outras palavras, os pais são o ponto de partida de toda uma formação voltada à passividade, à criação de um "recebedor de ordens". Uma educação focada em Coaching vai ensinar o jovem e a criança a buscar soluções.

É fácil entender como a educação tradicional é problemática, e as vantagens de adotar uma nova postura: existe hoje uma enorme desconfiança entre pais e filhos; os pais enxergam os jovens como "um bando de desmiolados". É comum ouvirmos frases do tipo "não se pode esperar muita coisa dos jovens de hoje em dia", num contexto em que há cada vez mais distância entre as gerações e falta de diálogo.

Um pai coach, muito ao contrário, sabe que seu filho tem um enorme potencial para desenvolver, e vai desde cedo motivá-lo, ensinando-lhe a estabelecer metas e colocar em prática um plano de ações para torná-lo realidade.

Todo jovem deve ter seus sonhos, isso faz parte do processo de aprendizado para chegar a um plano de metas. Enquanto um pai tradicional reprime seus filhos com frases do tipo "ei, pare de ficar fazendo castelos no ar; aprenda uma coisa: a vida é dura e você precisa saber muito bem qual é seu lugar", um pai coach estimularia seu filho com desafios do tipo "Bom, você quer ser vocalista de uma banda de sucesso; muito bem: o que você precisa fazer a partir de agora para que isso se torne realidade? O que você perde e o que você ganha indo atrás deste objetivo?"

O pai coach tem que saber ouvir seus filhos

Isso nos leva a outra diferença fundamental: o Coaching nos torna profundamente conscientes da necessidade de saber ouvir as pessoas; e essa é uma das queixas mais comuns que os jovens fazem de seus pais: eles nunca os ouvem realmente, não sabem criar empatia com o que está se passando com seus filhos. Temos então dois elementos cruciais para criar um genuíno elo de confiança entre pai e filho: o filho sabe que seu pai confia em sua capacidade e que estará sempre pronto a ouvi-lo; isso lhe dará a autoconfiança para enfrentar desafios e aprender cada vez mais. E as técnicas de elaborar plano de ações o ensinarão a ter foco, a direcionar sua energia criadora para aquilo que realmente lhe interessa.

Resumo da postura coaching para a educação de crianças

  • A chave para desenvolver capacidades é a motivação. Apenas pessoas confiantes são criativas.
  • A educação precisa ter três objetivos básicos: autonomia, responsabilidade e conscientização.
  • Todo bom coach é um ouvinte atento. Quando você souber ouvir seus filhos vão confiar em você.
  • As crianças devem aprender a estabelecer metas e elaborar planos de ação para focar seus esforços.

Para saber mais sobre Coaching e como um personal coach pode colaborar com a educação de crianças, jovens e adolescentes:

Leia o Resumo do livro de Leonardo Wolk; Coaching: a arte de soprar brasas parte 1 e sua continuação, O que é a Escada de Inferências de Chris Argyris.

Resumo do livro de John Whitmore; Coaching para performance.

Veja também: O que é Coaching.

Marcelo Leandro de Campos tem experiência de 15 anos como palestrante de Autoconhecimento e treinamentos motivacionais e comportamentais; é professor de Educação Financeira na EGDS e Master Coach. Para contato e maiores informações visite minha minha página pessoal.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade