Livro Arte de Soprar Brasas, de Leonardo Wolk - Autores de Coaching

Apresentamos um resumo do livro A arte de soprar brasas de Leonardo Wolk, um dos livros mais recomendados para todos os profissionais que atuam como personal coaching.

livro a arte de soprar brasas de Leonardo Wolk

Leonardo Wolk é um conceituado palestrante motivacional e professor universitário argentino, fundador da empresa Leading Group, que desenvolve treinamentos no mundo todo formando na área de coaching. Psicoterapeuta desde 1973, ele combinou seus conhecimentos terapêuticos com o Coaching Ontológico desenvolvido pelo estudioso chileno Rafael Echeverria, desenvolvendo um método de trabalho focado na transformação interior e descrito de forma bastante didática nesta obra:

O coaching parte de duas idéias fundamentais: aprendizagem e responsabilidade.

O livro A arte de Soprar Brasas, de Leonardo Wolk é um dos livros sobre Coaching mais recomendados em todas as instituições de formação do Brasil e do Mundo. Como é uma obra de grande interesse dividimos o conteúdo desse resumo em duas partes. Nessa primeira parte você vai conhecer a vida e a obra de Leonardo Wolk, bem como os principais assuntos de seu livro. Na segunda parte desse artigo dedicamos sobre O que é a Escada de Inferências, de Chris Argyris - A arte de Soprar Brasas - Parte 2.

"O papel do líder é entender o negócio e assumir a nobreza para liderar pessoas e equipes. Mas para fazer isso com competência devem estar atentos para desenvolver suas próprias habilidades, aptidões e valores, bem como facilitar o desenvolvimento dessas competências nos membros de sua equipe." (Leonardo Wolk, personal coach)

Aprender não como o processo de adquirir informação, mas como a expansão da capacidade de ação efetiva. Aprender é passar de uma zona de conforto para uma zona de expansão onde está presente o desconhecido; isso só ocorre atravéz de um esforço de vontade, porque nossa tendência natural é de permanecer estáticos na zona de conforto.

A aprendizagem somente ocorre em contextos adequados, onde haja confiança, respeito, humildade, compaixão e amor.

O coaching deve ser entendido principalmente como um processo de aprendizagem transformadora, onde é preciso questionar nosso modo de pensar, de se comunicar, de observar e atuar, para aprendermos a oferecer novas respostas a velhos e novos desafios. Para saber mais leia, O que é Coaching?

Em tempos de mudanças, aqueles que estejam abertos à aprendizagem dominarão o mundo, enquanto que aqueles que crêem saber tudo estarão bem preparados para um mundo que não existe mais. (Eric Hoffer)

"Aprendizagem é experiência, todo o restante é informação." (Albert Einstein)

Responsabilidade tem a ver com posicionar-se frente aos fatos e agir; a palavra sugere isso (responsa + habilidade): habilidade de dar respostas. Eu posso simplesmente reagir e colocar a culpa em outras pessoas, no sistema. Ou posso tornar-me parte do problema, podendo assim ser parte da solução. Não se trata de culpar-se, mas de abrir possibilidades de ação, tornar-se um protagonista.

Eu posso escolher quem eu vou ser. A ação gera o ser; agimos como somos, mas também somos como agimos. O coaching nos ensina a assumir responsabilidades, assumir-se como protagonista dos acontecimentos com possibilidades de ação efetiva.

"Não vemos o mundo como ele é, mas como nós somos." (Talmud)

O Coaching Ontológico na Arte de soprar Brasas

livro a arte de soprar brasas

Esse sistema é chamado de coaching ontológico porque remete não à forma de atuar, mas à forma de ser das pessoas. O processo de transformação inicia a partir da pessoa enquanto observador: é importante entender que nós não vemos "a" realidade das coisas; tudo que vemos é filtrado por nossos sistemas de crenças e nossos modelos mentais. A interpretação do mundo depende do tipo de observador que cada um é; e nós agimos de acordo com o sentido que damos a uma determinada situação.

"Nada mudou.
Apenas eu mudei.
Portanto, tudo mudou."
(Provérbio hindu)

Para o processo de transformação é muito importante entender como funciona a linguagem; ela não é a mera ferramenta descritiva e passiva que imaginamos, mas a força dinâmica que conecta cultura, emoções e ações. Falar é agir: a linguagem constrói o sentido das coisas, e como tal tem um enorme poder gerador.

O repertório do coach (consultor) utiliza basicamente ferramentas conversacionais; uma delas é a técnica de distinguir entre fatos observados e opiniões. Por exemplo, duas frases aparentemente de mesmo sentido:

João tem 1,90 metros.
João é alto.

A primeira indica um fato mensurável; a segunda uma opinião relativa. Isso pode parecer pouco importante aqui, mas veja nesse caso:

João chegou atrasado em duas reuniões.
João não se interessa pelo trabalho da equipe.

Aqui fato e opinião podem ser coisas muito diferentes. É comum que confundamos as duas coisas e terminemos por nos basear nas opiniões e não nos fatos; isso sem falar que a própria observação dos fatos está sujeita a erro. Esta técnica permite identificar nossas falsas verdades e nos ensina a procurar embasar nossas opiniões em bases racionais e com um objetivo claro.

"Não existe a verdade, existe apenas a interpretação." (Nietzche)

Um coach deve saber analisar comentários. "Os comentários sempre falam sobre quem os emite. Um aspecto fundamental da disciplina de coaching consiste em aprender a tratar os comentários que as pessoas fazem, como janelas da alma humana" (Rafael Echeverria).

A escuta ativa é importante para identificar falsas crenças, opiniões que foram convertidas em fatos inquestionáveis. Isso implica também em desenvolver a capacidade de diferenciar entre o que falamos e o real significado do que foi dito.

Um exemplo:

O xadrez é difícil (uma opinião disfarçada em fato).
Eu acho que o xadrez é difícil (uma opinião).
Eu tenho dificuldade em aprender xadrez (o que de fato eu queria dizer).

Conforme explicado no começo desse artigo, dividimos o resumo do livro A arte de Soprar Brasas de Leonardo Wolk em duas partes para uma melhor compreensão e assimilação do conteúdo.

Continue a leitura do resumo do livro de Leonardo Wolk: O que é a Escada de Inferências, de Chris Argyris - A arte de Soprar Brasas - Parte 2.

Veja também: O que é Coaching - Os tipos de Coaching

Marcelo Leandro de Campos tem experiência de 15 anos como palestrante de Autoconhecimento e treinamentos motivacionais e comportamentais; é professor de Educação Financeira na EGDS e Master Coach. Para contato e maiores informações visite minha minha página pessoal.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade