Esoterikha.com Página Principal
Nome de usuário:

Senha:

 


 
Esoterikha.com
 

  *  Página Principal
  *  Dia dos Namorados
  *  TV Esoterikha Videos
  *  Especial dia dos Pais
  *  Signs and Astrology
  *  Dia do Amigo 20/07
  *  Evangelho de Judas
  *  Frases e Mensagens Motivacionais
  *  Cursos Gratuitos
  *  O Segredo - PNL
  *  Cursos em CD ROM
  *  Astros e Namorados
  *  Iching Grátis
*Curso Magia das Runas
  *  Cabala dos Números
*Mistérios Vida e Morte
  *  Loja Esoterikha
  *  Lei da Atração
  *  Boletim Esoterikha
* Saúde Anatomia Oculta
  *  Grandes Mistérios
  *  Feng Shui
  *  Pirâmides
  *  Novidades do site
  *  Profecias
  *  Fale conosco - SAC
  *  Política Privacidade

 
Curso de Magia Branca e Teurgia
 

   *  Adquirir CD ROM
   *  Conteúdo
   *  Multimídia
   *  Video Aulas
   *  Magia Branca
   *  O Espelho Mágico
   *  Astrologia Esotérica
   *  Teurgia
   *  Rituais
   *  Numerologia Grátis
   *  Download Gratuito

 
Curso de Magia Elemental
 

   *  Adquirir CD ROM
   *  Conteúdo
   *  Multimídia
   *  Video Aulas
   *  Medicina Oculta
   *  Rituais
   *  Clarividência
   *  Vidas Passadas
   *  Viagem Astral
   *  Acorde Matrix
   *  Download Gratuito

 
Curso de Gnose Gnosis
     *  Curso de Gnose
   *  ( Totalmente Grátis )
   *  Curso de Cabala
   *  ( Totalmente Grátis )
   *  Curso de Tarot / Tarô
   *  ( Totalmente Grátis )
   *  Biblioteca Gnóstica
 
Numerologia
     *  Mapa Numerológico
   *  Numerologia
   *  Sinastria
   *  Veja um exemplo
 
Mapa Astral Sinastria Relacionamento
     *  Mapa Astral Grátis
   *  Mapa Astral Natal
   *  Mapa Sinastria
   *  Mapa Astral Família
   *  Veja um exemplo
   *  Participe !
 


www.esoterikha.com
Web

   

Grandes Mistérios > A Origem do Cosmos e do Homem > Vida e Morte do Sistema Solar

Vida e Morte do Sistema Solar

O sistema solar se comporta como um organismo vivo, e envelhece lentamente, sofrendo as transformações naturais do processo. Como parte integrante do Universo, que também vive e chegará a desaparacer algum dia, nosso sistema nasceu - dando lugar por sua vez ao nascimento da Terra e dos demais planetas - e morrerá inexoravelmente dentro de alguns milhares de milhões de anos. ,Sua história é dilatadíssima no tempo, mas sumamente simples em suas etapas importantes.

Em sua origem o sistema solar estava constituído por uma imensa massa de gás (hidrogênio e algumas condensações) misturada com poeira cósmica, e não existia todavia um sol propriamente dito.

Com o transcurso do tempo a nuvem foi contraindo e adquirindo alguns contornos mais delimitados.

A massa gasosa foi adquirindo a forma circular, o sol foi se formando no centro e foi sendodesprendida matéria.

Foram sendo concretadas as massas desprendidas, enquanto que o Sol começou a dimanar energia. Já eram distinguidos os planetas.

Os proto-planetas foram pouco a pouco adquirindo uma forma regular, e o Sol diminuiu de diâmetro por contrações.

Foi produzida no interior do Sol a temperatura suficiente para que desse início à transformação do hidrogênio.

Depois os proto-planetas giraram em torno ao Sol em órbitas definitivas, e o Sol estabilizou sua energia. Etapa atual.

Dentro de 6 bilhões de anos o hidrogênio interior do Sol será deslocado à superfície. O astro crescerá.

Aumentará consideravelmente a energia dimanada do Sol e aumentará a temperatura dos planetas.

Prosseguindo em sua expansão, o Sol chegará a adquirir, dentro de 6 bilhões de anos, um diâmetro 50 vezes maior.

Então o hélio começará a arder, e em seguida o Sol voltará a crescer até um diâmetro 300-400 vezes maior que o atual.

Todos os planetas, que haviam sido integrados no Sol, já estarão destruídos. Estamos na última etapa.

Pelas forças gravitacionais, quando tiver sido consumida a matéria, o Sol será transformado em uma enana branca.

Finalmente, quando for produzido o cessar de toda radiação, o Sol será transformado em uma enana branca. Então estará morto.

Videos

Poeira das Estrelas - Parte 2 - Rede Globo - Prog. Fantástico
10 minutos - Documentário

* A Esoterikha.com não se responsabiliza pelo conteúdo dos videos divulgados no site. Todos os videos são veiculados e hospedados pelos sites Youtube.com ou Google Video. Caso algum video divulgado no site esteja infringido algum direito autoral nos prontificamos a removê-lo de nosso site a qualquer momento, para isto, envie um email para: [email protected] indicando o nome do video e a página onde ele se encontra.

Descrição do Video:

A recriação de uma experiência histórica

Poeira das estrelas, a nova série do Fantástico que vai em busca da origem do universo, desembarca hoje na Itália. Seguindo os passos dos grandes cientistas, o físico Marcelo Gleiser esteve na famosa Torre de Pisa, para recriar uma experiência histórica.

Domingo passado, na estréia da série "Poeira das Estrelas", nós aprendemos que tão antigo quanto a história da humanidade é o desejo de compreender as nossas origens.

De onde viemos? Como surgiu o universo? E o nosso planeta, como nasceu?

Cada cultura, cada religião buscou suas próprias respostas. Mas houve um momento na história da humanidade em que a curiosidade falou mais alto e os dogmas religiosos passaram a ser questionados.

O nascimento da ciência é o tema do capítulo de hoje. Os gregos antigos foram os primeiros a tentar entender a origem do universo sem a ajuda ou interferência da religião.

Em torno de 650 antes de Cristo, aquele que é apontado como o primeiro filósofo, Tales de Mileto, se perguntou: "Do que tudo é feito?". Repare: a indagação de Tales não era sobre a 'criação', a origem, mas dizia respeito à 'composição' das coisas.

Esse é um questionamento essencialmente científico. Tales de Mileto talvez não soubesse, mas, para entender a origem do mundo, cientificamente, é preciso antes desvendar a composição das coisas.

Em torno do ano 400 antes de Cristo, dois outros gregos, Leucipo e seu discípulo, Demócrito, disseram que tudo o que existe no mundo é feito de pequenas partículas indivisíveis, batizadas de átomos. Em grego, átomo quer dizer "aquilo que não pode ser cortado".

Para Leucipo e Demócrito, os átomos eram infinitos em número e podiam combinar-se para formar a matéria do mundo.

Hoje sabemos que existem muitas partículas menores que o átomo, como prótons, nêutrons e elétrons, para ficar só nas mais conhecidas.

Sabemos também que os átomos não são infinitos. Na escola, você já deve ter ouvido falar na tabela periódica dos elementos, que inclui os 92 tomos existentes naturalmente no universo.

Mesmo assim, a noção de que a matéria é composta por pequenos tijolos fundamentais foi uma sacada brilhante dos gregos, e essa idéia permanece viva até hoje.

O mais influente dos filósofos da antiguidade talvez tenha sido Aristóteles. Ele viveu em Atenas em torno do ano 340 A.C: cerca de 100 anos após a construção do Parthenon, o mais famoso templo grego, que existe até hoje.

Para os gregos, simetria e beleza eram sinônimos. Pensando nisso, Aristóteles propôs um modelo de mundo simétrico e perfeito. Um método elegante e intuitivo para explicar o universo.

 

 Gostou deste texto?
Envie para um amigo!

Leitura Complementar (Download Gratuito de Livro)

Aprofunde seus estudos fazendo Download Gratuito de livros do site Esoterikha.com

Coloque seu nome e e-mail no formulário abaixo, selecione um livro e clique em Download Gratuito. Nosso sistema enviará para seu e-mail o link direto para download do livro. Utilize um e-mail válido para receber o link. Não precisa nenhum cadastro nem pagar nenhuma taxa, o download do livro é totalmente gratuito.

Download Gratuito de Livros Esoterikha.com




Recomende este site e fa├ža um amigo feliz!

Textos relacionados:

As Causas do Fim do Mundo

1- O Fim de um mundo

2 - Da Era de Peixes a Era de Aquário

3- O Futuro da Água, do Ar e do Átomo

4 - Poluição, Pragas, Contaminação e Morte

5 - O Sol, companheiro de Sirio

6 - Hercólubus, Asteroides e Explosões Nucleares

7 - A Era do Gelo, Glaciações e a Terceira Guerra Mundial

 

Sistema Solar

Sistema Solar

O sistema solar é constituído pelo Sol e um imenso grupo de corpos celestes que o rodeiam, em que se destacam os planetas, mas existem outros pequenos corpos tais como os planetas anões e os corpos menores do Sistema Solar (asteróides e transneptunianos, cometas até pequenos meteoróides), para além dos satélites naturais dos planetas.

A outros sistemas semelhantes em volta de outras estrelas é dado o nome de sistema planetário, dado que "solar", refere-se ao "Sol".

História da criação

Heloisa Ainda não se sabe, ao certo, como o sistema solar foi formado. Com o conhecimento de vários outros sistemas planetários em volta de outras estrelas que desafiam a noção clássica da formação de sistemas planetários, a formação destes é hoje tema de debate.

Acredita-se que o sistema solar tenha se formado há menos de 5 mil milhões de anos (ou 5 bilhões de anos, como é contado no sistema estadunidense) a partir de uma nuvem de poeira de hidrogénio e hélio quentes conhecida como nebulosa solar.

Esta nebulosa começou a aglutinar-se em corpos planetesimais com até alguns quilómetros de diâmetro que com múltiplas colisões acabaram por formar corpos maiores conhecidos como protoplanetas.

Há cerca de cem milhões de anos, o Sol começou a brilhar quando o núcleo atingiu 10 milhões de graus Celsius, temperatura suficiente para iniciar reacções de fusão nuclear. A radiação acabou por gerar um vento solar muito forte, conhecido como "onda de choque", que espalhou o gás e poeira restantes das redondezas da estrela recém-nascida para os planetas que se acabaram de formar a partir de colisões dantescas entre os protoplanetas.

Os planetas

O fundo e o topo da barra colorida representam o ponto mais próximo e o mais distante do planeta ao sol.

Os principais elementos celestes que orbitam em torno do Sol são os oito planetas principais cujas dimensões vão do gigante de gás Júpiter até ao pequeno e rochoso Mercúrio, com um menos da metade do tamanho da Terra.

Até Agosto de 2006, quando a União Astronómica Internacional alterou a definição oficial do termo «planeta», Plutão era considerado o 9º planeta do sistema solar. Hoje é considerado um planeta anão.

Próximos do Sol encontram-se os quatro planetas telúricos que são compostos de rochas e silicatos, são eles Mercúrio, Vénus, Terra e Marte. Depois da órbita de Marte encontram-se quatro planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno), que são uma espécie de planetas colossais que se podem dividir em dois subgrupos: Júpiter-Saturno e Urano-Neptuno.

Mercúrio é o mais próximo do Sol, a uma distância de apenas 57,9 milhões de quilómetros, enquanto Neptuno está a cerca de 4500 milhões de quilómetros.

Os planetas do sistema solar são os oito astros que tradicionalmente são conhecidos como tal: Mercúrio (?), Vénus (?), Terra (?), Marte (?), Júpiter (?), Saturno (?), Urano (?) e Neptuno (?). Todos os planetas têm nomes de deuses e deusas da mitologia greco-romana.

distancia astronomica

Fonte:
https://pt.wikipedia.org/wiki/
Sistema_Solar

 


 
Web www.esoterikha.com
 
tracker


©2006 - Khaueh Produções Artísticas & Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale conosco - SAC | Política de Privacidade