Dinâmicas muito divertidas e engraçadas para grupos Católicos, Catequeses e Evangélicos

Em um grupo de estudo religioso, seja uma catequese, um grupo católico, evangélico ou judáico, ou ainda, qualquer religião, o uso de dinâmicas é essencial para a integração e interação dos participantes. Realizar dinâmicas divertidas em grupos religiosos é algo muito produtivo desenvolve a comunicação não verbal, o relacionamento e cria laços de amizade muito fortes, unidos ainda mais pelo dogma religioso.

Dinamicas Divertidas para Católicos, Evangélicos e grupos religiosos - O João Bobo

Reuna seu grupo de estudos religiosos em uma área que comporte confortavelmente todos os participantes, coloque uma música suave de fundo e comece a dinâmica.

Procedimento: Esta é uma técnica cênica bastante útil na tarefa de sensibilização e socialização de grupos. Leva-nos, igualmente, a identificar o grau de confiança que depositamos no outro e nosso próprio nível de desprendimento.

Dividimos em subgrupos de cinco e seis pessoas, os participantes devem se pôr de pé em pequenos círculos. Oriente-os para que em cada subgrupo haja um voluntário para ficar no centro. Os demais deverão juntar-se ladeados ombro a ombro.

Recomende que os colegas que estão nos centros dos círculos mantenham os pés juntos, disponham os braços estendidos para baixo, paralelos ao corpo, fechem os olhos, enrijeçam as articulações das pernas, dos quadris, dos ombros e do pescoço.

Peça aos participantes que compõem os círculos, para que ergam suas mãos à altura do seu próprio tórax, com as palmas voltadas para o centro do círculo e assim as mantenham.

O jogo terá início quando se julgarem prontos. Coloque a música. O colega do centro penderá para qualquer lado com um objeto inanimado, como se fosse cair, sendo amparado pelas palmas da mão que estiverem naquela região. Essas mãos devem sustentar suavemente o corpo do colega e lançá-lo delicadamente em outra direção, onde ele tornará a ser amparado e lançado suavemente para outra direção.

Vendo o funcionamento do exercício, logo parecerá que um grupo de pessoas está se divertindo com o conhecido brinquedo “joão-bobo”.

Oriente-os para que explorem ao máximo os movimentos que o corpo do colega permitir, lançando-o brandamente para as diagonais, para frente para trás e alterando essas possibilidades.

É importante informar que não deverão comunicar-se verbalmente durante o jogo. O desejável entrosamento com relação à movimentação da colega deverá ser visual e gestual, portanto, não-verbal. Estabeleça cerca de cinco ou seis minutos para essa fase enquanto caminha entre os subgrupos.

Esgotados esse tempo, instrua-os para que substituam o colega do centro e refaçam o jogo. A atividade produzirá melhores resultados se todos puderem experimentar a vivência.

Dicas

Questões para discussão:

- Como foi realizar a atividade?
- Como se sentiu nos diferentes papéis? Em qual ficou mais confortável? Por que?
- Qual o grau de confiancia que foi estabelecido dentro dos grupos?
- Alguém teve dificuldade para realizar a atividade? Quais foram as dificuldades?

Observar a integração, espontaneidade, trabalho em grupo e comunicação dos participantes.

Tempo de aplicação: 30 minutos
Número máximo de pessoas: 30
Número mínimo de pessoas: 6

Atividades para Catequese - Dinâmicas para CatequeseAtividades para Catequese - Dinâmicas para Catequese com Brincadeiras

Apresentamos 3 atividades para catequese para serem realizadas nas mais diversas situações, seja para o primeiro dia de aula de catecismo com o objetivo de integrar e apresentar os participantes ou ainda para quebrar o gelo, para promover o diálogo e o relacionamento interpessoal entre os participantes.

Veja também: Dinâmicas engraçadas para Evangélicos | Como fazer dinâmicas divertidas.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade