A dança das Cadeiras Cooperativas - Dinâmicas de Integração de Grupos

A dinâmica de integração chamada a dança das cadeiras cooperativas tem por objetivo valorizar cada pessoa do grupo e reconhecer a importancia de todos, do trabalho em equipe a fim de conseguir um objetivo ou meta. Dinamica de integraçaõ flexivel e que trabalha com a criatividade dos participantes em busca de alternativas e soluções cooperativas.

Dinâmica para Integração de Grupos - As cadeiras cooperativas

Reuna o grupo ou equipe de trabalho no qual aplicará a dinâmica em uma sala ampla que acomode bem todos os participantes.

Materiais: Cadeiras em círculo; som com CD player; música suave.

Procedimento: Para a “Dança das cadeiras cooperativas” colocamos em circulo, um número de cadeiras menor que o número de participantes. Em seguida propomos um “objetivo comum”.

Colocamos a música e todos dançam. Quando a música é interrompida, todos devem se sentar usando os recursos que estão no jogo: cadeiras e pessoas. Os participantes podem se sentar nas cadeiras, nos colos uns dos outros, ou de alguma outra maneira criada por eles. Em seguida, o coordenador retira algumas cadeiras. Ninguém sai do jogo e a dança continua.

Nesse processo os participantes vão percebendo que podem se liberar dos velhos, desnecessários e bloqueadores “padrões competitivos”.

a. Ficar “colados” às cadeiras. (visão de escassez).
b. Ir todos na mesma direção. (não assumir riscos).
c. Ficar ligado na parada da música (preocupação/tensão).
d. Dançar “travado” (bloqueio de espontaneidade).
e. Ter pressa para sentar (medo de perder).

Na medida em que se desprendem dos antigos hábitos, passam a resgatar e fortalecer a expressão do “potencial cooperativo” para jogar e viver.

a. Ver as cadeiras como ponto de encontro. (visão de abundância).
b. Movimentam-se em todas as direções (Flexibilidade, auto e mútua-confiança).
c. Curtir a música (viver plenamente cada momento).
d. Dançar livremente (ser a gente mesmo é lindo!).

O jogo prossegue até onde o grupo desejar.

Em geral, a motivação é tão intensa que, mesmo depois de sentarem todos, em uma única cadeira, o jogo continua com uma cadeira imaginária.

Daí em diante, é só dar asas à imaginação e dançar em comum-unidade.

Terminar o jogo com todos os participantes sentados nas cadeiras que sobrarem!

Dicas: Discutir com os participantes a importâcia do "potêncial cooperativo" e como este foi estimulado durante a atividade.

Questionar os participantes sobre como foi realizar a atividade, como se sentiram e quais as dificuldades que encontraram para se desligar dos "padrões competitivos".

Observar a autenticidade e o trabalho em equipe dos paricipantes, se sabem cooperar, se são atentos, espontaneidade de cada um.

Tempo de aplicação: 30 minutos
Número máximo de pessoas: 20
Número mínimo de pessoas: 2

Veja também: Dinâmicas de Grupo | Dinâmicas para motivar | Dinâmicas Engraçadas.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade