Atingir objetivos é sinal de Inteligência!

Autor: Dr. Jô Furlan | Artigos de motivação

Como realizar aquilo que desejamos? Esse é um desafio que normalmente abre nossos dias. Pela manhã quando acordamos e abrimos os olhos, nossa mente acelera buscando uma forma de se adaptar a realidade do novo dia: estar desperto e consciente. Acordar o corpo pode ser mais rápido que acordar a mente. Pronto, já estamos de pé, acordados e alongados- uma importante dica para sintonizar o corpo e a mente- o que fazer agora?Pensamos em algumas das atividades rotineiras, os compromissos e assim por diante. Para aumentar a produtividade e diminuir o stress, um bom planejamento de tempo é eficaz . É perturbador ao final do dia, perceber que fizemos menos do que poderíamos, talvez por uma questão de falta de prioridade e foco.

Na era da informação a grande disponibilidade de conteúdo ocupa muito tempo. Corremos o risco de passar o dia todo colhendo informações na ânsia de um pouco mais, e de repente, o tempo acabou e tantas coisas ainda a fazer. Esquecendo o conceito do foco em resultados, que é tão valorizado por muitos, mas utilizado por poucos, concluímos que 24 horas são insuficientes para as nossas atividades e surge a sensação que o dia ideal deveria ter mínimo 30h. Costumo dizer que Deus é justo, sendo assim, ele fez o tempo igual para todos, a diferença é o que cada um de nós faz com ele. Lembre-se “Se amas a vida, valoriza o tempo, é disso que ela é feita”, Thomas Edison.

Saber o que realmente desejamos fazer pode ser aparentemente uma coisa tola. Mas os números nos mostram que a maioria das pessoas não sabe exatamente o que desejam. A falta de especificidade na elaboração de um objetivo gera perda de energia, frustração e angustia. Você pode achar que estou exagerando, mas a ansiedade acarreta uma grande perda de satisfação e alegria. Isso se traduz em produtividade abaixo do potencial, excesso de desgaste físico e mental, comprometimento do humor e baixa qualidade de vida. A objetividade com a qual podemos tratar as mais diversas questões que nos causam ansiedade facilita a eliminação gradual desse mal que consome nossa alma.

Para um profissional de comunicação esse treino deve ser constante, pois a pressão por resultado faz parte do seu dia-a-dia. Algumas pessoas já têm uma habilidade natural para estabelecer objetivos e elaborar estratégias para atingi-los, outros necessitam de maior disciplina para desenvolver adequadamente esse comportamento. A grande questão é que para estabelecermos as melhores estratégias de treino e preparação, realmente necessitamos ter claro o que desejamos.

Costumo repetir que “quem não sabe o que procura, não e capaz de reconhecer quando encontra”. A clareza e a objetividade permitem aumentar o foco e gerar dessa foram mais resultados satisfatórios, com menos desgaste e mais produtividade. Somo capazes de fazer mais e melhor. Nos muitos anos como professor do Curso de Especialização em Medicina Comportamental na UNIFESP – (Escola Paulista de Medicina), questionava-me sobre como qualificar as pessoas que eram capazes de atingir seus objetivos. Será que elas são apenas competentes ou existe algo mais?

Qual não foi a minha surpresa quando levantando dados para uma pesquisa, deparei- me com a origem latina da palavra inteligência: “interllegere”- entre escolhas. Se a definição de inteligência é escolher uma opção, concluo que inteligência é escolher a opção capaz de gerar o resultado desejado.

Na ciência da computação, um dos maiores desafios no desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) é construir uma máquina com a capacidade de fazer escolhas sozinha, podendo avaliar as possibilidades, conseqüência e resultados de sua ação. Quando ela conseguir compreender isso, ela terá pensado por si própria, nesse momento teremos efetivamente desenvolvida a IA. Para os estudiosos da área, isso é a Inteligência Comportamental, ou seja a Inteligência da escolha.

Atuando na área comportamental por muitos anos, encontrei assim um caminho para explicar a questão anterior. Afinal as pessoas que foram capazes de realizar aquilo que desejavam podem ser chamadas de inteligentes. Não a forma de inteligência clássica que estamos acostumados, baseados nas teorias de Gardner Goleman e tantos outros grandes pesquisadores que falam de habilidades e dotes específicos, mas sim uma inteligência prática a qual chamo de INTELIGÊNCIA Comportamental Humana: a inteligência do Sucesso. Para facilitar o entendimento desse conceito utilizamos como definição de Sucesso: “realizar aquilo que deseja, ter êxito naquilo que se propôs”.

Realizar aquilo que você deseja então e sinal de algo mais que competência é sinal de inteligência.

Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2017 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade