Mensagem para o Menino Jesus - Como era Antigamente

Linda mensagem que exalta o verdadeiro significado do dia 25 de dezembro, o nascimento do Menino Jesus.

É muito comum ouvir dos mais velhos, tios, avós, relatarem as histórias de como era o natal antigamente, numa época que a figura principal da história era o Menino Jesus e não os presentes que o Papai Noel traz.

O tempo passa e como é natural as tradições também vão mudando, mas a festa do Natal deu lugar da festa de aniversário de Jesus para o consumismo caracterizado pela figura do bom velhinho. Nossos avôs não são nostálgicos, simplesmente sentem falte de um tempo em que as famílias respeitavam as tradições, estavam mais próximas uns dos outros e mesmo em dificuldades faziam um esforço para se reunirem na noite de Natal para comemorarem o advento do Salvador. Esta mensagem para o menino Jesus é uma ode aos nossos ancestrais que um dia puderam viver intensamente o verdadeiro significado desta festa e um convite a reflexão.

Mensagem para o Menino Jesus

"Bendita seja a estrela de Belém que anunciou o maior evento de todos os tempos, o nascimento do Menino Jesus. Um raio de luz que foi visto por todo o universo anunciando que o Filho de Deus se fez homem entre os homens para nos salvar. Bendito seja o Menino Jesus e que seu exemplo de vida e fé seja seguido por todos aqueles que almejam um dia encontrá-lo ao lado de seu Pai para assim viver sua glória por toda eternidade. Amém." (Luis Alves)

Meu Menino Jesus

o natal do menino Jesus

Lembra-me de um tempo em que não havia Papai Noel!

Lembra-te de ser menino em nós, em cada Natal!

Lembra-me de um tempo antigo, em que não tinhas barbas brancas, nem te vestias de vermelho quentinho e neve de algodão, nem te fingias de velhinho simpático, que finge ter um presente para todos!

Lembra-te de nascer sempre assim, despido e singelo, nas almas esquecidas que há Frio e Faltas...

Lembra-me de um tempo em que te anunciavas em novenas puras, rezadas na cristalinidade das noites frias do Advento, aquecidas por cânticos que lembro celestiais!

Lembra-te de mandar soar sempre antes de Ti as trombetas da Fé, para aqueles que se esqueceram que há Desespero!

Lembra-me de um tempo em que me olhavas do Presépio, com os teus olhos de menino guloso, grandes e doces, como as rabanadas que a minha mãe fazia!

Lembra-te de olhar sempre assim, os Homens que se esquecem que há Fome...

Lembra-me de um tempo em que a única luz que te iluminava era uma vela acesa com fervor... e todo Tu resplandecias, no centro do nosso lar, mais que todas as estrelas juntas, que vinham sempre espreitar-te pela janela! (E as estrelas, nesse tempo, eram tão mais brilhantes que agora!...)

Lembra-te de brilhar ainda assim, para lembrar às almas que há Escuridão...

Lembra-me de um tempo em que eras tu próprio a descer na chaminé, para nos trazer os poucos e humildes presentes, que pousavas nos nossos sapatinhos, deixados à volta da lareira! (Por isso os presentes eram pequenos, porque tu eras pequenino, não podias carregar muitas coisas!)

Lembra-te de descer sempre assim, a pulso e sacrifício, nos espíritos esquecidos que há Dificuldades!

Lembra-me de um tempo em que as noites de Natal eram de pura emoção e as manhãs de júbilo e alegria, quando se desafiava o frio e o sono, para ir espreitar os parcos presentes que Tu havias deixado!

Lembra-te de fazer ouvir o teu riso inocente e grato, nos Natais de quem esqueceu que há Tristeza!

Lembra-me de um tempo em que bastava tão pouco para se fazer Natal...
Frio lá fora, lareira quente, pinhas a estalar no lume...

O Presépio inventado, com musgo apanhado nas matas, pelas minhas mãos a tiritar ansiedade... e rios feitos de papel de prata, que se guardara dum raro chocolate... e figurinhas ingênuas, de desproporções ingênuas, que se pediam emprestadas aos móveis da sala...

...e Tu, Menino Jesus da minha infância, grande, soberano, graciosamente deitado no berço mangedoura de palhinhas verdadeiras, os braços abertos para nós, as pernas ensaiando inquietudes de menino, os olhos ah, os olhos! placidamente atentos à veneração dos teus súditos!

Os teus olhos riam e misturavam-se a nós... espreitavam conosco as prendinhas, brilhavam com os nossos, de alegria, refletiam o prazer dos doces, dos cheiros, dos mimos de festa...

As tuas mãozinhas alvas, pequeninas, brincavam conosco às escondidas e encontrávamo-las no miolo dos pinhões, que extraíamos trabalhosamente das pinhas aquecidas...

...e depois, adormecias santamente, à luz das velas do presépio, enquanto nós jogávamos ao "par e pernão", ou ao "raspa", com os confeitos que nos tinham calhado no sapatinho... até também a nós o sono nos vir recolher para sonhos imaculados, crentes, dum tempo em que o Natal... era só o nascimento de um Menino Bom... lembras-te?

Texto de Tera Sá (Teresa Teixeira)

Faça Download desta Mensagem em PowerPoint >> Mensagem para o Menino Jesus.PPS

Mensagem de Natal para CriançasMensagem de Natal para Crianças - A Esperança

O Natal das crianças é mágico, em sua doce ilusão está contida as bênçãos do Menino Jesus que é o verdadeiro motivo desta festa. No dia 25 de dezembro comemoramos o nascimento da criança mais importante de todos os tempos, o Menino Jesus, filho de Deus que veio a terra...

Natal de JesusNatal de Jesus - Mensagem para dia 25 de dezembro

Passe o dia de Natal com Jesus, o aniversariante, o verdadeiro motivo desta comemoração, lindas mensagens para refletir e se emocioar. Em pleno século 21 a festa de Natal, o dia do aniversário de Jesus, o dia que nasceu o salvador, para muitos perdeu o sentido, não total pois...

a vida de Jesus em seu tempoMensagem como era Jesus em seu tempo - Reflexão de Natal

Como era a vida de Jesus em seu tempo, os ensinamentos e sacrifícios que teve que fazer para nos entregar a boa nova da salvação eterna. Para a maioria das pessoas a figura de Jesus está presente em todos os dias do ano, mas no natal essa imagem de fé e esperança se renova ganhando uma nova forma e nos faz refletir sobre tudo...

Como Celebrar o NatalComo Celebrar o Natal - Diretrizes para um Feliz Natal

Dicas para você celebrar o natal corretamente, desde o momento do advento quando montamos a árvore de natal, passando pelo dia 25/12 até o dia de Reis. Todo ano no dia 25 de dezembro comemoramos o Natal, o nascimento de Jesus, no entanto uma dúvida paira no ar, como celebrar o natal...

Recomende esse site
Esoterikha.com - Mensagens, Cursos e Treinamentos

©2003-2014 - Khaueh Produções Artísticas | Esoterikha.com - Todos os direitos reservados

Fale Conosco - SAC | Política de Privacidade